Boa dieta para o fígado
O fígado enfraquecido não deve ser sobrecarregado com refeições pesadas

Boa dieta para o fígado

15.02.2016 10:32

Avaliação: 5.0/5 com base em 1 avaliações

Após as refeições tem uma sensação de estômago pesado, sofre de meteorismos e problemas digestivos? Pode ser o primeiro sintoma de que o seu fígado e a vesícula biliar deixaram de funcionar correctamente. Para aliviar o sistema gastrointestinal, vale a pena implementar uma dieta favorável ao fígado.

Como reconhecer problemas de fígado?

Os principais sintomas de sobrecarga do fígado e da vesícula biliar são dores abdominais superiores e do lado direito por baixo das costelas. A dor é acompanhada por um inchaço da barriga, meteorismos e náuseas que tornam-se mais fortes à noite. Os sintomas desagradáveis são particularmente visíveis após o consumo de refeições pesadas e ricas em gordura – isto porque a vesícula biliar é forçada a produzir uma quantidade máxima de bile para poder digerir a refeição pesada. Isto faz com que o fígado tenha que trabalhar em rotações elevadas, informando sobre este facto com dores e inchaços.

Este tratamento do fígado a longo prazo pode resultar em doenças graves e perturbações do sistema gastrointestinal. Por isso deve alterar a dieta o mais rápido possível para uma dieta ligeira, favorável ao fígado e à vesícula biliar.

Regras básicas de alimentação no caso de problemas de fígado

1. Use menos sal. Reduza o consumo de pratos salgados – durante o dia recomenda-se o consumo máximo de 6 g de sal (cerca de 1 colherzinha).

2. Use especiarias que ajudam na digestão. Junte às suas refeições ervas que promovem o metabolismo – endro, salsa, manjerona ou melissa. Também pode experimentar canela e cravo-da-índia.

3. Evite a fritura sobre gordura. É melhor preparar as refeições à base de vapor, estufadas, cozidas ou assadas em folha de alumínio. Cada grama de gordura adicional da frigideira é uma carga adicional para o seu fígado.

4. Coma regularmente, aproximadamente às mesmas horas. No caso de problemas de digestão, deve consumir refeições com frequência, cada 2-3 horas. 5 refeições leves e regulares por dia ajudam a aliviar a vesícula biliar.

5. Evite o aquecimento de produtos. De preferência deve consumir as refeições prontas logo após serem preparadas. O almoço guardado até 1 dia no frigorífico pode prejudicar o fígado sobrecarregado. Também deve prestar atenção à temperatura das refeições – estas não devem ser demasiado frias, nem demasiado quentes.

Dieta para o fígado saudável

O maior inimigo do fígado e da vesícula biliar é o excesso da gordura saturada e de colesterol. Os órgãos sobrecarregados têm problemas com a sua digestão e assimilação. Isto porque as refeições ricas em gordura forçam o fígado a um maior esforço devido à produção de bile na vesícula biliar. Por isso deve evitar produtos como: bacon, banha, fiambre gordo, queijos gordos (amarelo e branco) e em vez destes deve adicionar mais peixes cozidos (ricos em gordura saudável) à sua dieta. Claro, não tem que desistir completamente de gorduras – pode consumir pequenas quantidades, p.ex. pão com manteiga.

Também deve limitar o consumo de doces, particularmente de chocolate e de bolos tipo tarte. Os monossacarídeos que fornece juntamente com a comida aumentam a produção de gordura que sobrecarrega o fígado. Aposte numa maior quantidade de proteína na dieta. A proteína ajuda eficientemente a regenerar os microtraumas do fígado, além disso é fácil de digerir e não sobrecarrega os órgãos deficientes. Coma ovos, produtos lácteos magros, carne de frango e peru e peixes com frequência.

Ver também:

Ketchup caseiro - receita comprovada
Ketchup caseiro - receita comprovada
7 vantagens surpreendentes de beber café
7 vantagens surpreendentes de beber café
Romã - porque vale a pena incluí-la na dieta?
Romã - porque vale a pena incluí-la na ...

Adicionar um comentário:

Comentários:

Vale a pena conhecer a sua saúde - seguir os artigos mais recentes.